Digital News Report: Crise Comunicacional, interesse pelas notícias em queda

Gustavo Cardoso explicou na RTP que “vivemos numa crise comunicacional há algum tempo. Não é só uma crise ambiental”. O coordenador do Obercom, Observatório de Comunicação, e do IBERIFIER, baseou-se nos dados do “Digital News Report” 2022 https://obercom.pt/digital-news-report-2022-portugal/ para sustentar o seu ponto de vista, nomeadamente, na queda do interesse pelas notícias e na saturação provocada pelo tratamento dos mesmos temas pelos média.

“A atenção por parte das pessoas é um recurso limitado e esse aspeto não tem sido tomado em conta pelo conjunto de práticas informativas que tendem a criar uma relação complicada com as audiências”, disse no noticiário do canal 2, dia 20 de junho (a partir do minuto 24) https://www.rtp.pt/play/p9698/e624709/jornal-2 . O interesse pelas notícias caiu 17,5 pontos percentuais em Portugal de 2021 (68,6%), para 2022 (51,1%), e entre as razões para esse afastamento da informação estão o excesso de peças sobre a Covid-19, cansaço provocado pelo excesso de notícias de uma forma geral, e o facto de as notícias afetarem o humor. Refira-se que os dados foram recolhidos antes da guerra na Ucrânia.

A televisão continua a apresentar-se como a fonte principal de notícias para 53,% dos inquiridos, segundo o relatório que contempla outros 45 países, mas o acesso está cada vez mais repartido de forma idêntica entre esta e os outros meios digitais. “As redes sociais têm vindo a ganhar espaço” enquanto suporte de contacto com notícias, sublinhou Gustavo Cardoso. A internet e as redes sociais são já fonte principal para 36,1%. O acesso direto a notícias, através dos sites noticiosos dos órgãos de comunicação, tem vindo a perder pontos: passou de 20% em 2021, para 16,4% em 2022. Por outro lado, os motores de busca (28.2%) e as redes sociais (24,7%) lideram este acesso às notícias.

Otros artículos

Bruxelas: Importância da formação para jornalistas e preparação dos jovens para a cidadania digital

Vitor Tomé, especialista em literacia para os média, membro da equipa de investigadores do IBERIFIER, participou na Semana Europeia da Juventude, que decorreu entre 12 e 19 de abril, no Parlamento Europeu, em Bruxelas....

Eleições em Portugal: MediaLab detecta anúncios políticos pagos por empresas estrangeiras em Portugal

Os investigadores do laboratório de média, MediaLab, do ISCTE - IUL, coordenados por Gustavo Cardoso, também responsável pelo IBERIFIER em Portugal, descobriram sinais de interferência externa na comunicação relacionada com a campanha política, que...

Conferência em Bruxelas: Formação em literacia nas universidades está no começo

No encontro de especialistas em Literacia para os Média, "Media literacy matters" https://www.mediawijs.be/en/medialiteracymatters, que decorreu em Bruxelas, de 27 de fevereiro a 1 de março, debateu-se, entre outros temas, o papel das iniciativas que...

Iberifier asesora al Congreso de los Diputados con evidencia científica sobre desinformación

La Oficina C, Oficina de Ciencia y Tecnología del Congreso de los Diputados en España, ha publicado recientemente un informe sobre Desinformación en la era digital. Este documento reúne evidencia científica en torno a...

IBERIFIER presenta los resultados de tres años de investigación sobre desinformación y medios digitales

El observatorio IBERIFIER, coordinado desde la Universidad de Navarra, ha compartido recientemente en la Asociación de la Prensa de Madrid (APM) el progreso de su investigación sobre la propagación de la desinformación en medios...