Estar informado significa encontrar o que se precisa sobre o que está a acontecer

No século XXI mudou a percepção sobre o “estar informado”, começou por explicar Gustavo Cardoso ao programa “45 Graus”, conduzido por José Maria Pimentel. No século passado significava estar atento às notícias, mas no início desta era, tendo em conta as múltiplas possibilidades de acesso à Informação, a resposta ganha novos contornos. “É muito provável que alguém diga ter internet e a possibilidade de encontrar o que precisa saber sobre o que está a acontecer, e o que interessa pode ou não ser notícia”. O tema do podcast divulgado a 14 de outubro era o futuro do jornalismo mas a conversa nunca perdeu de vista o presente. https://podcasts.apple.com/pt/podcast/45-graus/id1292782109?i=1000440127591&fbclid=IwAR1H5Vurii_9WpjyDRjcx94fwaVoTn5q2Nxa0B4S4YmUpV10Sp9or2qUAno

Com a internet, a proliferação de informação, o fato de haver mais gente a produzir, e de uma forma muito mais rápida, mudou a nossa percepção sobre o jornalismo. Gustavo Cardoso, professor do ISCTE-IUL, coordenador do IBERIFIER, explicou ainda que a necessidade que o jornalismo tem hoje de se explicar, de sublinhar a sua importância, reflete as mudanças no ecossistema no qual este se insere. “De repente, o jornalismo deixou de ser o ar que respiramos para algo que pode ser do nosso interesse”.

E porque é que é importante? “Se quisermos viver numa sociedade democrática, precisamos de jornalismo”, disse.

Otros artículos

Iberifier asesora al Congreso de los Diputados con evidencia científica sobre desinformación

La Oficina C, Oficina de Ciencia y Tecnología del Congreso de los Diputados en España, ha publicado recientemente un informe sobre Desinformación en la era digital. Este documento reúne evidencia científica en torno a...

Congresso dos Jornalistas: “A desinformação triunfa quando consegue que as pessoas duvidem de tudo”, diz Ramón Salaverría

O coordenador principal do projeto IBERIFIER, Ramón Salaverría, declarou no painel dedicado à literacia que integrou o V Congresso dos Jornalistas, que decorreu em Lisboa de 18 a 21 de janeiro, que o jornalismo...

Investigador IBERIFIER: Miguel Crespo é o novo director do Cenjor, escola de referência para jornalistas

O investigador do IBERIFIER Miguel Crespo é o novo director do Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas, Cenjor. Miguel Crespo é professor no ISCTE - IUL, Instituto Universitário de Lisboa, especialista em novos...

Relatório sobre tendências de média: o desafio da diferenciar o jornalismo de outros conteúdos

O documento sobre "as tendências e inovação dos média no ecossistema português e espanhol", produzido pelo IBERIFIER e publicado no dia 10 de janeiro, aponta, além de tendências, alguns desafios à atividade jornalística. Um...

Novo relatório IBERIFIER: IA, verificação de factos e formatos visuais entre as tendências de média para os próximos anos

O primeiro relatório deste ano do Observatório Ibérico de Média Digitais e da Desinformação, IBERIFIER, é sobre o tema das novas tendências de média para 2025/2030. Entre as conclusões do documento "Análise de tendências...