Canais russos possuem informação e desinformação e a desinformação pretende semear dúvidas

Gustavo Cardoso defendeu na SIC Notícias que suspender os canais russos da oferta televisiva portuguesa é demasiado radical, não só porque cria um precedente mas também porque as audiências mínimas destes canais não o justificariam. As declarações do professor do ISCTE e coordenador do projeto IBERIFIER foram proferidas a 2 de março. Alertou ainda que a desinformação pretende sobretudo criar dúvidas aos recetores.

Explicou que os canais em questão também fornecem notícias como quaisquer outros. Aliás, a complexidade da questão é essa: emitem peças notícias credíveis e no meio colocam desinformação. “Esses órgãos não têm maioritariamente propaganda. Têm informação e desinformação. A desinformação pretende criar dúvidas”.

“Banir (canais russos) parece demasiado forte”, declarou. Ressalvou que não existe um estudo recente sobre as audiências desses canais, mas o último destes dava conta de uma visibilidade muito residual, o que lhe dá pouco possibilidade de chegar a uma plateia vasta. Mais determinante ainda, sublinhou, é o fato de se estar a criar um precedente de atuação face a outros canais.

Otros artículos

Bruxelas: Importância da formação para jornalistas e preparação dos jovens para a cidadania digital

Vitor Tomé, especialista em literacia para os média, membro da equipa de investigadores do IBERIFIER, participou na Semana Europeia da Juventude, que decorreu entre 12 e 19 de abril, no Parlamento Europeu, em Bruxelas....

Eleições em Portugal: MediaLab detecta anúncios políticos pagos por empresas estrangeiras em Portugal

Os investigadores do laboratório de média, MediaLab, do ISCTE - IUL, coordenados por Gustavo Cardoso, também responsável pelo IBERIFIER em Portugal, descobriram sinais de interferência externa na comunicação relacionada com a campanha política, que...

Conferência em Bruxelas: Formação em literacia nas universidades está no começo

No encontro de especialistas em Literacia para os Média, "Media literacy matters" https://www.mediawijs.be/en/medialiteracymatters, que decorreu em Bruxelas, de 27 de fevereiro a 1 de março, debateu-se, entre outros temas, o papel das iniciativas que...

Iberifier asesora al Congreso de los Diputados con evidencia científica sobre desinformación

La Oficina C, Oficina de Ciencia y Tecnología del Congreso de los Diputados en España, ha publicado recientemente un informe sobre Desinformación en la era digital. Este documento reúne evidencia científica en torno a...

IBERIFIER presenta los resultados de tres años de investigación sobre desinformación y medios digitales

El observatorio IBERIFIER, coordinado desde la Universidad de Navarra, ha compartido recientemente en la Asociación de la Prensa de Madrid (APM) el progreso de su investigación sobre la propagación de la desinformación en medios...