Pouco se sabe sobre oposição a Putin

É escassa a informação sobre a forma como os russos estão a entender esta guerra, alerta Gustavo Cardoso, professor do ISCTE, à rádio Observador. A interrupção de Marina Ovsyannikova de um dos noticiários russos mais vistos, a 14 de março, deixou o alerta sobre a propaganda que estará a ser divulgada.

No entender de Gustavo Cardoso, “não sabemos até que ponto a população dentro da Rússia está a ter um padrão de comportamento diferente do que tinha antes da guerra na Ucrânia. Protesto (ao regime) também havia antes” Jornalismo. “Também não podemos acreditar em tudo o que vem do lado ucraniano” – Observador.

“O jornalismo na Rússia está ainda muito na senda da voz do Estado e dos poderes”, contextualiza Gustavo Cardoso. Por outro lado, os russos estão muito habituados a ter uma relação diferente com os meios de comunicação social. Há quem saiba diferenciar a voz do Estado das outras vozes, considerou.

“Na comunicação em rede de hoje, temos informação através do jornalismo e através de diferentes ecrãs e meios, temos rádio e televisão que podemos ver de forma tradicional mas também através da internet”, contextualizou o investigador, professor do ISCTE.

Otros artículos

El observatorio europeo Iberifier, coordinado por la Universidad de Navarra, inicia en Pamplona su segunda etapa 

Compuesto por 25 entidades de España y Portugal, este centro promovido por la Comisión Europea continuará investigando sobre medios digitales y desinformación  Pamplona, 23 de mayo. El observatorio ibérico de medios digitales Iberifier (www.iberifier.eu), creado...

Relatório IBERIFIER: Verificadores apontam necessidade de formação em IA

O relatório "Necessidades e desafios do 'fact checking" em Portugal e Espanha", lançado esta sexta-feira pelo Observatório Ibérico de Média Digitais, IBERIFIER, apresenta as principais carências e desafios que se colocam na atualidade ao...

IBERIFIER Reports – Needs and challenges for Iberian fact-checkers

This IBERIFER report presents a crucial investigation conducted as part of Work Package 3 within the IBERIFIER project, focusing on fact-checkers in the Iberian Peninsula—their current state, and the training and technological needs that...

Relatório IBERIFIER: Os jovens são os que revelam mais desinteresse pelas notícias

O estudo "Padrões de consumo de desinformação em Portugal e Espanha", realizado pelas equipas IBERIFIER, coordenadas pela Universidade de Navarra, Espanha, e pelo ISCTE - IUL, em Portugal, indica que são as faixas mais...

IBERIFIER Reports – Disinformation consumption patterns in Spain and Portugal

In this report we conduct a systematic analysis of the matters pertaining to the spread and evolution of disinformation in Spain and Portugal, in terms of forms of consumption, platforms, narratives and permanent adaptation...