Pouco se sabe sobre oposição a Putin

É escassa a informação sobre a forma como os russos estão a entender esta guerra, alerta Gustavo Cardoso, professor do ISCTE, à rádio Observador. A interrupção de Marina Ovsyannikova de um dos noticiários russos mais vistos, a 14 de março, deixou o alerta sobre a propaganda que estará a ser divulgada.

No entender de Gustavo Cardoso, “não sabemos até que ponto a população dentro da Rússia está a ter um padrão de comportamento diferente do que tinha antes da guerra na Ucrânia. Protesto (ao regime) também havia antes” Jornalismo. “Também não podemos acreditar em tudo o que vem do lado ucraniano” – Observador.

“O jornalismo na Rússia está ainda muito na senda da voz do Estado e dos poderes”, contextualiza Gustavo Cardoso. Por outro lado, os russos estão muito habituados a ter uma relação diferente com os meios de comunicação social. Há quem saiba diferenciar a voz do Estado das outras vozes, considerou.

“Na comunicação em rede de hoje, temos informação através do jornalismo e através de diferentes ecrãs e meios, temos rádio e televisão que podemos ver de forma tradicional mas também através da internet”, contextualizou o investigador, professor do ISCTE.

Otros artículos

Debate na Associação Académica sobre como se deve desmascarar a desinformação

O curso "Literacia digital em ação contra a desinfomedia", promovido pelo projeto IBERIFIER; que juntou jornalistas da Rádio Universidade de Coimbra, de A Cabra, e outros estudantes universitários envolvidos em projetos de informação, terminou...

Curso para jornalistas em Coimbra: Desconfiar da foto do beijo do presidente

O curso de literacia digital contra a desinformação que decorreu dia 22 junho em Coimbra junto dos jornalistas do Diário de Coimbra começou pela crescente constatação de desconfiança sobre os conteúdos de média, demonstrada...

Digital News Report: Crise Comunicacional, interesse pelas notícias em queda

Gustavo Cardoso explicou na RTP que "vivemos numa crise comunicacional há algum tempo. Não é só uma crise ambiental". O coordenador do Obercom, Observatório de Comunicação, e do IBERIFIER, baseou-se nos dados do "Digital...

Primeiros resultados IBERIFIER: Existem 1248 marcas informativas em Portugal

Uma recolha de dados exaustiva permitiu identificar 1248 meios informativos em Portugal. Este é um dos dados preliminares da pesquisa levada a cabo, desde o início de 2022, pela equipa IBERIFIER portuguesa, que foi...

El Proyecto EFCSN publica los resultados de la Consulta Abierta sobre el Código de Estándares Europeos para verificadores

El proyecto European Fact-Checking Standards Network (EFCSN) ha publicado este 8 de junio un informe que resume los resultados de la Consulta Abierta, llevada a cabo a lo largo del mes de abril, sobre...