Zelensky sabe utilizar as redes sociais

O presidente ucraniano tem demonstrado como se pode usar as redes sociais para mobilizar o país e comunicar com o resto do mundo, disse Miguel Crespo.  “Essa é provavelmente a grande surpresa desta guerra. O senhor Putin, presidente russo, e os seus estrategas também se esqueceram desse detalhe”, explicou o investigador do IBERIFIER à agência Lusa, dia 16 de março. https://combatefakenews.lusa.pt/ucrania-desinformacao-russa-sem-muito-espaco-para-avancar-em-portugal-investigador-c-audio/.

A análise da estratégia comunicacional permite distinguir um modelo do século XX e outro do século XXI, disse o professor do ISCTE. “A Rússia, neste momento, não tem sequer uma comunicação externa que faça sentido. Tudo o que eles estão a fazer é limitar o acesso à comunicação, como se fazia no século XX” Desinformação russa sem “muito espaço” para avançar em Portugal — DNOTICIAS.PT .

Sobre a proibição pelo Conselho Europeu dos canais russos Russian Today, RT, e Sputnik News, o investigador considerou o precedente preocupante e propõe um “debate alargado” mal o conflito termine https://www.noticiasaominuto.com/mundo/1954682/investigador-defende-amplo-debate-apos-proibicao-de-canais-russos. De qualquer modo, defende que a desinformação russa não tem tido muito espaço para avançar em Portugal.

Miguel Crespo criticou ainda o paradoxo da posição da empresa Meta, que detém o Facebook, que permite discurso de ódio quando o alvo é Putin. “Não podemos dizer que há discurso de ódio bom e discurso de ódio mau”.

Otros artículos

Bruxelas: Importância da formação para jornalistas e preparação dos jovens para a cidadania digital

Vitor Tomé, especialista em literacia para os média, membro da equipa de investigadores do IBERIFIER, participou na Semana Europeia da Juventude, que decorreu entre 12 e 19 de abril, no Parlamento Europeu, em Bruxelas....

Eleições em Portugal: MediaLab detecta anúncios políticos pagos por empresas estrangeiras em Portugal

Os investigadores do laboratório de média, MediaLab, do ISCTE - IUL, coordenados por Gustavo Cardoso, também responsável pelo IBERIFIER em Portugal, descobriram sinais de interferência externa na comunicação relacionada com a campanha política, que...

Conferência em Bruxelas: Formação em literacia nas universidades está no começo

No encontro de especialistas em Literacia para os Média, "Media literacy matters" https://www.mediawijs.be/en/medialiteracymatters, que decorreu em Bruxelas, de 27 de fevereiro a 1 de março, debateu-se, entre outros temas, o papel das iniciativas que...

Iberifier asesora al Congreso de los Diputados con evidencia científica sobre desinformación

La Oficina C, Oficina de Ciencia y Tecnología del Congreso de los Diputados en España, ha publicado recientemente un informe sobre Desinformación en la era digital. Este documento reúne evidencia científica en torno a...

IBERIFIER presenta los resultados de tres años de investigación sobre desinformación y medios digitales

El observatorio IBERIFIER, coordinado desde la Universidad de Navarra, ha compartido recientemente en la Asociación de la Prensa de Madrid (APM) el progreso de su investigación sobre la propagación de la desinformación en medios...