Projeto português apresentado no Conselho da Europa


O projeto “Academia de Cidadania Digital”, que incluiu atividades de verificação de informação
e de combate à desinformação com crianças da Educação pré-escolar (3-6 anos) e do 1º Ciclo
(6-10 anos), foi apresentado dia 1 de Junho, no Conselho da Europa, como exemplo de boa prática a
seguir para implementar o modelo de Educação para a Cidadania Digital que aquela instituição
europeia preconiza.


A apresentação do investigador Vitor Tomé teve lugar durante uma reunião do projeto “Digital Citizenship Education”,
realizada no edifício Agora, em Estrasburgo, na qual estiveram presentes os especialistas do
projeto e a rede internacional de promotores da Cidadania Digital, em representação de 20
dos 46 países membros do Conselho.


Na mesma reunião foram apresentados os resultados de uma pesquisa internacional, que envolveu 17
países, a qual revelou que a Educação para a Cidadania Digital apenas faz parte dos curricula
da Educação Pré-escolar num dos países, pelo que é necessário investir naquele nível de
ensino, o que conferiu uma visibilidade maior à Academia, a qual integra a rede IBERIFIER.


Otros artículos

Literacia dos média não é a solução, mas parte da solução

O debate partiu da questão: pode a literacia dos média combater a desinformação? Ao que se acrescentou: será efetivamente a melhor solução. Depois de discutidas práticas adotadas, experiências realizadas em escolas, ficou claro, segundo...

Inquérito: perceção e pontos de vista sobre efeitos da desinformação

As respostas estão protegidas pelo anonimato. O inquérito IBERIFIER sobre desinformação lançado esta semana pretende sobretudo conhecer como observa o fenómeno, como lida com ele, e que opinião tem a seu respeito. O objetivo...

Qual o papel da Inteligência Artificial e da ciência de dados nas redações?

O livro "New Skills for Journalists: comparative perspectives from Europe", “Novas competências para Jornalistas: Perspetivas comparadas na Europa”, conta com o contributo de Miguel Crespo, Gustavo Cardoso, Ana Pinto-Martinho, em três artigos. Um dos...

Professores de Cabo Verde disponíveis para participar no IBERIFIER

Cerca de 70 professores da Ilha do Maio, em Cabo Verde, estão interessados em colaborar com o projeto IBERIFIER, participando, por exemplo, na formação na área da "Literacia dos Media e Combate à Desinformação",...

Experiência com jornalistas e escolas portuguesas em capítulo da “The Routledge Handbook of Media Education”

O curso sobre literacia mediática e verificação de desinformação destinado a jornalistas e tendo em vista a formação de professores, promovidos pela Associação Literacia Para os Media e o Jornalismo, ALPMJ, deu origem a...