Literacia no terreno: jornalistas e professores juntos e jogos com notícias falsas

Vítor Tomé explicou no Webinar “Media Literacy in Practice”, que decorreu a 16 de novembro, as particularidades dos projetos de literacia mediática que estão a ser desenvolvidos em Portugal e Espanha. Em Portugal, as atividades são inseridas na disciplina de Educação para a Cidadania, cujo currículo flexível permite a inclusão de 25% de matérias propostas pela própria escola. O investigador especialista em literacia e membro da equipa IBERIFIER assinalou que o processo inclui três vértices: jornalistas, professores e alunos. A formação começa pelos profissionais de comunicação, que depois a transmitem aos docentes, tendo em vista a realização de iniciativas concretas com os alunos.

O encontro online designado “Media & Learning Webinar || Media Literacy in Practice in France, Spain, Portugal, Belgium and The Netherlands”, organizado pela “Media and Learning Association”, reuniu algumas das experiências bem sucedidas no campo da literacia mediática. https://media-and-learning.eu/videos/

Mimi van Dun, investigadora do Observatório BENEDMO, de Holanda e parte da Bélgicam Flandres, unidos pela língua, apresentou o “Badnews”, um jogo que permite aos adolescentes colocarem-se no lugar de quem cria notícias falsas, com o propósito de que estes conheçam as estratégias, as motivações, e o processo produtivo. E ainda uma competição local que decorre durante uma semana dedicada a temas como o “Cybercrime, Sexting e Fake News”, entre outros.

Julia Conemans, também do projeto BENEDMO, mas da parte da Bélgica e Luxemburgo, descreveu o “Fact Check Marathon”, que permite aprender em contexto real, trabalhando com profissionais.

Otros artículos

Livro: pesquisas sobre os desafios que se colocam ao “podcast” e aos novos negócios

Dois artigos portugueses integram o livro "IWEMB2020, Fourth International Workshop on Entrepreneurship, Electronic and Mobile Business", dedicado aos novos formatos a explorar no jornalismo e comunicação. A coordenação coube a Stephan Bohm e Sig...

Literacia no terreno: jornalistas e professores juntos e jogos com notícias falsas

Vítor Tomé explicou no Webinar "Media Literacy in Practice", que decorreu a 16 de novembro, as particularidades dos projetos de literacia mediática que estão a ser desenvolvidos em Portugal e Espanha. Em Portugal, as...

Cidadãos partem das notícias dos jornalistas mas acrescentam-lhes informação

Os indivíduos não produzem jornalismo no sentido tradicional mas podem acrescentar elementos à informação e ganhar conhecimento acerca da notícia. Esta foi uma das conclusões proferidas por Miguel Crespo, coordenador do projeto IBERIFIER, durante...

Fazer literacia dos média apoiando professores e a partir da participação da comunidade escolar

Os professores começam por oferecer resistência às iniciativas de literacia por causa de duas razões: primeiro, temem que as lições interferiram no programa e no encadeamento das matérias planeadas; segundo, receiam não ter conhecimentos...

Estar informado significa encontrar o que se precisa sobre o que está a acontecer

No século XXI mudou a percepção sobre o "estar informado", começou por explicar Gustavo Cardoso ao programa "45 Graus", conduzido por José Maria Pimentel. No século passado significava estar atento às notícias, mas no...