“As pessoas são a mensagem”, diz Gustavo Cardoso

O próximo livro de Gustavo Cardoso acrescenta um contributo à análise do fenómeno comunicativo. No seu entender, a mediação assume-se como padrão no ato comunicativo e o ato comunicativo, por sua vez, desenrola-se em função do que o outro já, previamente, comunicou. O título da obra, “A Comunicação da Comunicação”, inspira-se numa frase proferida pelo historiador Umberto Eco. O subtítulo, em letras mais pequenas, evoca a frase do visionário Marshall McLuhan “O meio é a mensagem”. Cardoso propõe agora: “As pessoas são a mensagem”.

“Nas palavras de Umberto Eco”, refere Gustavo Cardoso, “a comunicação da comunicação é um fenómeno novíssimo. Mas também é um fenómeno tradicional na comunicação interpessoal, tipificando quando alguém conta algo a outra pessoa, a qual, por sua vez, conta ao seguinte e por aí adiante”. A novidade, sublinha na introdução à obra, editada pela Mundos Sociais, reside no facto de a comunicação hoje ser maioritariamente mediada. Cardoso tem dedicado a sua carreira ao estudo do impacto da internet nos novos modelos de comunicação e na sociedade.

O livro do coordenador do projeto IBERIFIER está dividido em três grandes capítulos: A mediação algorítmica nos ecrãs; a comunicação em rede, e a cultura mediatizada. No primeiro, destacam-se os temas “o meio não é a mensagem” e a “sociologia da mediação algorítmica”. Na segunda parte, analisam-se a crise comunicacional, a “novelização” noticiosa, e populismo comunicacional, entre outros. O último capítulo explora as questões das pessoas, mensagem e cultura; partilha, produção e classificação da experiência. O livro estará disponível em breve no site da editora Mundos Sociais e o seu lançamento ocorrerá no início de 2023.

Otros artículos

Iberifier asesora al Congreso de los Diputados con evidencia científica sobre desinformación

La Oficina C, Oficina de Ciencia y Tecnología del Congreso de los Diputados en España, ha publicado recientemente un informe sobre Desinformación en la era digital. Este documento reúne evidencia científica en torno a...

Congresso dos Jornalistas: “A desinformação triunfa quando consegue que as pessoas duvidem de tudo”, diz Ramón Salaverría

O coordenador principal do projeto IBERIFIER, Ramón Salaverría, declarou no painel dedicado à literacia que integrou o V Congresso dos Jornalistas, que decorreu em Lisboa de 18 a 21 de janeiro, que o jornalismo...

Investigador IBERIFIER: Miguel Crespo é o novo director do Cenjor, escola de referência para jornalistas

O investigador do IBERIFIER Miguel Crespo é o novo director do Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas, Cenjor. Miguel Crespo é professor no ISCTE - IUL, Instituto Universitário de Lisboa, especialista em novos...

Relatório sobre tendências de média: o desafio da diferenciar o jornalismo de outros conteúdos

O documento sobre "as tendências e inovação dos média no ecossistema português e espanhol", produzido pelo IBERIFIER e publicado no dia 10 de janeiro, aponta, além de tendências, alguns desafios à atividade jornalística. Um...

Novo relatório IBERIFIER: IA, verificação de factos e formatos visuais entre as tendências de média para os próximos anos

O primeiro relatório deste ano do Observatório Ibérico de Média Digitais e da Desinformação, IBERIFIER, é sobre o tema das novas tendências de média para 2025/2030. Entre as conclusões do documento "Análise de tendências...