“As pessoas são a mensagem”, diz Gustavo Cardoso

O próximo livro de Gustavo Cardoso acrescenta um contributo à análise do fenómeno comunicativo. No seu entender, a mediação assume-se como padrão no ato comunicativo e o ato comunicativo, por sua vez, desenrola-se em função do que o outro já, previamente, comunicou. O título da obra, “A Comunicação da Comunicação”, inspira-se numa frase proferida pelo historiador Umberto Eco. O subtítulo, em letras mais pequenas, evoca a frase do visionário Marshall McLuhan “O meio é a mensagem”. Cardoso propõe agora: “As pessoas são a mensagem”.

“Nas palavras de Umberto Eco”, refere Gustavo Cardoso, “a comunicação da comunicação é um fenómeno novíssimo. Mas também é um fenómeno tradicional na comunicação interpessoal, tipificando quando alguém conta algo a outra pessoa, a qual, por sua vez, conta ao seguinte e por aí adiante”. A novidade, sublinha na introdução à obra, editada pela Mundos Sociais, reside no facto de a comunicação hoje ser maioritariamente mediada. Cardoso tem dedicado a sua carreira ao estudo do impacto da internet nos novos modelos de comunicação e na sociedade.

O livro do coordenador do projeto IBERIFIER está dividido em três grandes capítulos: A mediação algorítmica nos ecrãs; a comunicação em rede, e a cultura mediatizada. No primeiro, destacam-se os temas “o meio não é a mensagem” e a “sociologia da mediação algorítmica”. Na segunda parte, analisam-se a crise comunicacional, a “novelização” noticiosa, e populismo comunicacional, entre outros. O último capítulo explora as questões das pessoas, mensagem e cultura; partilha, produção e classificação da experiência. O livro estará disponível em breve no site da editora Mundos Sociais e o seu lançamento ocorrerá no início de 2023.

Otros artículos

Evento online: Increasing seniors’ resilience against mis- and disinformation: International examples

“Increasing seniors’ resilience against mis- and disinformation: International examples” es un evento online que tendrá lugar el día 17 de enero de 2023, organizado por el proyecto “SUM - Seniors United against Misinformation....

Televisão: Qual será o lugar das emoções na política?

"Os cidadãos criticam os políticos por estarem fora da realidade mas as emoções fazem parte da realidade", referiu Miguel Crespo, no programa "Linha da Frente", intitulado "Os políticos também dançam", transmitido em horário nobre...

Pós-graduação: Ser especialista em “Informação, Desinformação e Fact-Checking”

O Instituto para as Políticas Públicas e Sociais, IPPPS e o Instituto Superior das Ciências do Trabalho e da Empresa, ISCTE, preparam uma pós-graduação que se foca nos processos da informação, seu reverso ou...

Balanço de 2022: o ano do desaparecimento das oposições, da comunicação política e do “sozinho em Belém”

O ano de 2022 foi ao ano do desaparecimento das oposições do espaço mediático, disse Gustavo Cardoso, coordenador do Observatório IBERIFIER no programa "Espaço das 10", da Antena 1, transmitido no dia 26 de...

“As pessoas são a mensagem”, diz Gustavo Cardoso

O próximo livro de Gustavo Cardoso acrescenta um contributo à análise do fenómeno comunicativo. No seu entender, a mediação assume-se como padrão no ato comunicativo e o ato comunicativo, por sua vez, desenrola-se em...