Conferência em Lisboa: Vídeo da sessão que juntou vários contributos sobre fenómeno da desinformação

A conferência “Desinformação: os impactos na Península Ibérica” que se realizou no auditória da Agência Lusa, em Lisboa, dia 21 de junho, contou com a intervenção de Augusto Santos Silva. Na ocasião, o presidente da Assembleia da República sublinhou que a desinformação é “uma ameaça séria à democracia” e que, por isso, requer um combate “firme”, ainda que cauteloso. Não defende que esta intervenção privilegie aspectos administrativos e judiciais. Do programa da sessão promovida pelo Observatório ibérico Iberifier constava a apresentação de um relatório sobre impacto da desinformação nos dois países. Foi uma manhã dedicada à análise do fenómeno da desinformação: https://pt.linkedin.com/posts/lusa_confer%C3%AAncias-ag%C3%AAncia-lusa-desinforma%C3%A7%C3%A3o-activity-7080151068516450305-7raH

A conferência contou com as boas-vindas de Joaquim Carreira, presidente do Conselho de Administração da Agência Lusa e Gustavo Cardoso, responsável pela equipa portuguesa do Observatório Ibérico de Média Digitais e Desinformação, Iberifier, professor catedrático do ISCTE-IUL. Ramón Salaverría, coordenador do Iberifier, professor da Universidade de Navarra, explicou o papel deste observatório financiado pela Comissão Europeia. Vítor Tomé, investigador do projeto, integrou as iniciativas desenvolvidas pelo Observatório nas novas políticas europeias.

O relatório “Análise do impacto da desinformação na política, economia, sociedade e questões de segurança, modelos de governança e boas práticas: os casos de Espanha e Portugal”, foi apresentado por Ángel Badillo Matos, do Real Instituto Elcano, Maria José Rementeria, do Supercomputing Centro de Barcelona, Vania Baldi, do ISCTE – IUL e Miguel Paisana, do Obercom.

O debate final foi moderado por Luísa Meireles, diretora de Informação da Agência Lusa. Uma das conclusões permite distinguir linhas centrais da desinformação em Portugal em Espanha. As campanhas da desinformação que chegam a Portugal são sobretudo importadas e um dos temas fortes em Espanha é a imigração. Veja mais resultados aqui: https://iberifier.eu/2023/06/21/resultados-desinformacao-analisada-a-partir-de-casos-empiricos-e-seus-efeitos-no-jornalismo/

Foto da agência Lusa: António Pedro Santos

O presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva (C), acompanhado pelo presidente do Conselho de Administração da Agência Lusa, Joaquim Carreira (2-D), pela diretora de Informação da Agência Lusa, Luísa Meireles (2-E), pelo coordenador do projeto e professor na Universidade de Navarra, Ramón Salaverría (D) e pelo professor catedrático no ISCTE, Gustavo Cardoso (E), no final da sua intervenção na conferência “Desinformação – Os impactos na Península Ibérica”, promovida pela Agência Lusa e o ISCTE, no âmbito do projeto IBERIFIER, em Lisboa, 21 de junho de 2023. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Otros artículos

El observatorio europeo Iberifier, coordinado por la Universidad de Navarra, inicia en Pamplona su segunda etapa 

Compuesto por 25 entidades de España y Portugal, este centro promovido por la Comisión Europea continuará investigando sobre medios digitales y desinformación  Pamplona, 23 de mayo. El observatorio ibérico de medios digitales Iberifier (www.iberifier.eu), creado...

Relatório IBERIFIER: Verificadores apontam necessidade de formação em IA

O relatório "Necessidades e desafios do 'fact checking" em Portugal e Espanha", lançado esta sexta-feira pelo Observatório Ibérico de Média Digitais, IBERIFIER, apresenta as principais carências e desafios que se colocam na atualidade ao...

IBERIFIER Reports – Needs and challenges for Iberian fact-checkers

This IBERIFER report presents a crucial investigation conducted as part of Work Package 3 within the IBERIFIER project, focusing on fact-checkers in the Iberian Peninsula—their current state, and the training and technological needs that...

Relatório IBERIFIER: Os jovens são os que revelam mais desinteresse pelas notícias

O estudo "Padrões de consumo de desinformação em Portugal e Espanha", realizado pelas equipas IBERIFIER, coordenadas pela Universidade de Navarra, Espanha, e pelo ISCTE - IUL, em Portugal, indica que são as faixas mais...

IBERIFIER Reports – Disinformation consumption patterns in Spain and Portugal

In this report we conduct a systematic analysis of the matters pertaining to the spread and evolution of disinformation in Spain and Portugal, in terms of forms of consumption, platforms, narratives and permanent adaptation...