Pesquisa sobre mapeamento dos média: Lisboa, Porto e Braga são os distritos com maior número de meios

O Observatório Ibérico de Média Digitais, IBERIFIER, que em Portugal conta com investigadores que pertencem ao Observatório da Comunicação, OberCom, e ao Centro de Investigação em Estudos de Sociologia, CIES – ISCTE, identificou e caracterizou os meios de comunicação existentes em Portugal. O levantamento foi desenvolvido no decorrer de 2022 e revela que Lisboa é o distrito onde se concentra o maior número de média, um total de 482, seguindo-se Porto, com 132 e Braga, com 97. Um total de 1229 meios de comunicação, 27% opera na zona da capital. Por outro lado, 27% dos municípios não possui qualquer meio informativo.

No que se refere a financiamento, a publicidade continua a ser o principal mecanismo adotado, identificado em 69% dos média. O modelo subscrição integra a estratégia de 28% dos meios e os donativos correspondem a 5%. As plataformas sociais mais utilizadas pelos meios são o Facebook, com 88% e o Instagram, com 49%. O podcast está presente em 14% dos meios. O recurso ao Tik Tok é discreto: 1%.

Estes e outros dados integram o mapeamento exaustivo que pode ser consultado em plataforma criada para esse efeito, que será disponibilizada durante esta quarta-feira, dia 15 de fevereiro.










Otros artículos

Iberifier asesora al Congreso de los Diputados con evidencia científica sobre desinformación

La Oficina C, Oficina de Ciencia y Tecnología del Congreso de los Diputados en España, ha publicado recientemente un informe sobre Desinformación en la era digital. Este documento reúne evidencia científica en torno a...

Congresso dos Jornalistas: “A desinformação triunfa quando consegue que as pessoas duvidem de tudo”, diz Ramón Salaverría

O coordenador principal do projeto IBERIFIER, Ramón Salaverría, declarou no painel dedicado à literacia que integrou o V Congresso dos Jornalistas, que decorreu em Lisboa de 18 a 21 de janeiro, que o jornalismo...

Investigador IBERIFIER: Miguel Crespo é o novo director do Cenjor, escola de referência para jornalistas

O investigador do IBERIFIER Miguel Crespo é o novo director do Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas, Cenjor. Miguel Crespo é professor no ISCTE - IUL, Instituto Universitário de Lisboa, especialista em novos...

Relatório sobre tendências de média: o desafio da diferenciar o jornalismo de outros conteúdos

O documento sobre "as tendências e inovação dos média no ecossistema português e espanhol", produzido pelo IBERIFIER e publicado no dia 10 de janeiro, aponta, além de tendências, alguns desafios à atividade jornalística. Um...

Novo relatório IBERIFIER: IA, verificação de factos e formatos visuais entre as tendências de média para os próximos anos

O primeiro relatório deste ano do Observatório Ibérico de Média Digitais e da Desinformação, IBERIFIER, é sobre o tema das novas tendências de média para 2025/2030. Entre as conclusões do documento "Análise de tendências...